O que é um algoritmo?

O que é um algoritmo?

Um algoritmo é uma sequência de instruções, uma “fórmula”, que não precisa necessariamente ser processada por um computador.

Algoritmos podem ser encontrados em todos os lugares. Quando nos vestimos ou tomamos banho, nós normalmente seguimos uma sequência lógica que se repete. Tal sequência, ou padrão, pode ser considerada um algoritmo, por exemplo.

Considere um exame no qual as questões valem pontos diferentes baseados no grau de dificuldade. Alguns acertos somam mais pontos (questões mais difíceis) do que outras. Desse modo, a sua nota é baseada na média ponderada das questões que você acertou. Portanto, a fórmula que calcula a sua nota final é um algoritmo. Esse algoritmo pode atribuir um peso maior ou menor para cada uma das questões e o somatório total dos pontos determina a sua classificação.

O Google, por exemplo, utiliza diversos fatores para determinar quem aparece primeiro nos resultados de busca. Na fórmula (algoritmo) do Google são considerados mais de 200 fatores, como o título da página, o número de vezes que uma palavra-chave aparece no texto etc. O resultado da média ponderada de todos esses fatores determina a sua colocação nos resultados.

Do mesmo modo, o Facebook também utiliza uma fórmula (algoritmo) para determinar como as postagens aparecem na sua timeline. Os critérios podem ser os mais variados e alterar de tempos em tempos.

Como toda fórmula, algoritmos podem ser simples ou (extremamente) complexos. Ao identificar padrões de comportamento que possam ser transformados em algoritmos, podem ser utilizados para fazer previsões. Atualmente diversas empresas buscam, por exemplo, padrões no comportamento de mercados, de moedas, de mercadorias, de ações em bolsa com o objetivo de antecipar tendências e movimentos.

Marcos Figueira é sócio do Wyse Group, Brasil (wyse.com.br) e professor da FGV (Fundação Getúlio Vargas) nas áreas de Marketing, Marketing Digital, E-Commerce, Negócios Online, Planejamento Estratégico, etc.